Como fazer seu texto parecer menos como IA?

Na maioria das vezes, a IA escreve textos para ferramentas de pesquisa, e não para humanos

Picture of Por Isabella
Por Isabella

A inteligência artificial (IA) se tornou uma grande aliada no trabalho de produção de textos. Mas, mesmo com todos os seus benefícios, ela não deve comprometer a criação de um conteúdo humanizado e envolvente. Isso porque é comum que os textos gerados por IA, muitas vezes pareçam impessoais, repetitivos e superficiais, impedindo que os leitores criem uma conexão verdadeira com o conteúdo.

Se você deseja continuar utilizando IA para criar textos, mas quer adicionar uma camada de profundidade e humanidade às suas produções, reunimos 4 dicas para ajudar seu texto a parecer menos robótico.

Evite repetir palavras e ideias

Ferramentas como o ChatGPT costumam repetir frases, palavras e até reformular a mesma ideia de forma redundante. Por exemplo, palavras como “crucial”, “extremamente”, “valioso” e “vital” estão entre os vocábulos favoritos da IA, assim como expressões como “em resumo” e “é chave para”.

Esse tipo de conteúdo repetitivo interrompe o fluxo do texto e proporciona ao público uma experiência de leitura pouco natural. Sendo assim, sempre revise o seu conteúdo para eliminar repetições, tanto de palavras como de ideias, e use sinônimos para explorar diferentes formas de expressar a mesma mensagem. 

Mude as estruturas de frases

Em complemento ao tópico anterior, é importante destacar que a IA também costuma repetir estruturas de frases. Algumas das mais comuns são as frases na voz passiva, como “foi decidido que…” ou construções como “não apenas… como também…”.

Para evitar essa monotonia, varie a estrutura, use a voz ativa quando possível e crie sentenças de diferentes comprimentos e complexidades. 

Por exemplo, ao invés de “foi decidido que a reunião será adiada”, prefira “decidimos adiar a reunião”. Além disso, introduza frases curtas e diretas entre parágrafos mais longos para dar ritmo ao texto.

Adicione contexto ou nuance

As plataformas de conteúdo de IA acessam uma quantidade extraordinária de dados, mas podem perder certas nuances dessas informações, como o contexto cultural.

Por isso, aproveite a sua bagagem cultural, histórica e até pessoal para abordar certos assuntos de uma forma mais aprofundada, agregando valor ao conteúdo. Isso também ajuda a tornar o seu texto menos genérico.

Ajuste a formalidade

Modelos de IA geralmente usam um tom formal que pode parecer deslocado em determinados contextos. Por outro lado, quando impelidos a usar linguagem informal, eles podem empregar gírias ou fazer trocadilhos que também podem parecer forçados.

Portanto, ao gerar um texto com IA, fique atento à formalidade da linguagem e faça alterações dependendo do público ou do assunto. 

Vale notar que, de maneira geral, esses modelos têm um senso de humor muito mecânico e pouco natural. Se você precisa escrever textos criativos ou engraçados, a sua mente ainda é a sua melhor aliada.

Conclusão

Na maioria das vezes, a IA escreve textos para ferramentas de pesquisa, e não para humanos, e por isso utiliza uma linguagem genérica, repetitiva e muito padronizada. Se você quer criar um conteúdo mais envolvente, é importante sempre revisar o seu texto e aplicar as dicas acima.

Lembre-se: a IA está aqui para apoiar o seu trabalho, e não fazer todo o trabalho! O toque humano ainda é insubstituível.

 Junte-se a mais de 10 mil pessoas que já usam a Celeste! 

 A Celeste é uma plataforma de inteligência artificial que transcreve e analisa informações de arquivos de áudio e vídeo. 

 Teste grátis: www.celeste-ai.com 

Inscreva-se e receba as últimas novidades em IA diretamente no seu email!

Ao continuar você entende e aceita as condições de tratamento dos seus dados.

Veja também no nosso blog